Viena é uma cidade cheia de história, castelos e paisagens lindas. Das grandes construções do antigo Império Austríaco até as ruas que foram se modernizando com o passar do tempo, é um lugar cheio de glamour e coisas incríveis para se fazer! A cidade é perfeita para os amantes de arte, história e cultura – mas consegue tirar o fôlego de qualquer um!

Capital da Áustria e a segunda maior cidade de língua alemã do mundo – só perdendo para Berlim. Mas, fique tranquilo! As pessoas falam inglês e, em geral, tratam muito bem os turistas, então, dá para tentar se virar. A moeda é o euro (€ ) e é importante ir acompanhando a cotação enquanto planeja sua viagem. A melhor maneira de se locomover por Viena é o metrô, que leva aos principais pontos da cidade de maneira rápida e eficiente. Há algumas opções de passagens, começando com uma que dura 24 horas e custa €8 euros, mas, dá para conferir tudo isso aqui.

viena

Viena

O que fazer?

O complexo de Hofburg mostra toda a riqueza do que foi o grande Império Austríaco, passeie pelos gabinetes do governo e pelos aposentos imperiais. E passe pelo grande museu dedicado a polêmica Imperatriz Sissi – ela não suportava seu papel decorativo de mulher do Imperador, e foi muito julgada por viver viajando e cuidando de sua própria beleza – onde ficam expostos suas joias e vestidos. É em Hofburg que ocorre o famoso espetáculo dos Meninos Cantores de Viena, na Capela Imperial – a apresentação acontece na missa de domingo, pontualmente as 9h15. O ingresso para Hofburg custa cerca de €14 euros para crianças e €17 euros para adultos. O Museu de Sissi é comprado separado, e custa €18 euros para crianças e €30 euros para adultos. Já o espetáculo dos Meninos de Viena custa a partir de €9 euros. Todos os ingressos podem ser comprados com antecedência.

Hofburg

O palácio Schloss Schöbrunn também é uma herança do antigo Império, e era onde, de fato, ocorria a vida imperial. Com jardins lindos e um interior muito bem conservado, conheça a sala de estudos do Imperador e a ala em que a Imperatriz se arrumava. Também entre na Sala dos Espelhos, onde Mozart se apresentou ainda criança, com 6 anos. O ingresso para o palácio custa €8,5o euros para crianças e €11,50 euros para adultos.

Viena também é a terra de pessoas memoráveis como o músico Mozart e o psicanalista Sigmund Freud, e as casas de ambos viraram museus incríveis para se visitar! Onde se tem mais contato com a intimidade e se entende melhor onde eles viveram e começaram seus trabalhos – que ecoam até hoje. A entrada para Sigmund Freud Museum custa €9 euros e para Mozarthaus custa €8 euros para crianças e €10 euros para adultos.

A cidade também possui Igrejas muito bonitas para conhecer. A Catedral de São Estevão é uma antiga construção gótica que é tão bonita por dentro quanto é por fora – além de expor órgãos da antiga família imperial, possui uma vista linda, basta subir os 340 degraus – respira fundo e vai! – para ver Viena de cima! Jesuitenkirsch é uma das igrejas mais famosas do lugar, e a pintura de sua cúpula é muito linda! A entrada das igrejas é franca. Já a Karlskirche é uma igreja de 72 metros de altura, em que um elevador te leva até sua cúpula para admirar todo o recinto – a entrada custa cerca de €6 euros.

Catedral de São Estevão

Os museus de Viena possuem coleções incríveis! O Palácio Belvedere possui jardins lindos, e conta com obras de arte de pintores como Gustav Klimt, Monet, Van Gogh e Renoir. O ingresso para o museu custa €19 euros, e dá acesso aos museus do local – que também possui uma coleção de obras de arte medieval e moderna. O Museu Kunsthistorisches é um dos mais importantes do mundo, e possui obras de artistas como Raphael e Caravaggio, além de um acervo de 17 mil objetos egípcios. O ingresso custa €14 euros. Em frente, há o Museu Naturhistorisches, de história natural – que possui muitos fósseis de dinossauros e a estátua da Vênus de Willendorf. O ingresso custa cerca €10 euros, e, pessoas de até 19 anos não pagam.

viena 3

Palácio Belvedere

A modernidade se concentra nas ruas da cidade, ainda que se contrastando com as antiguidades. Graben é a rua mais famosa de lá, e remete ao tempo imperial – mas possui grandes lojas. A Kärntner Straße é uma rua exclusiva para pedestres e é super gostoso andar por ali, aprecie as vitrines das lojas marcas grandes como Cartier e Louis Vitton.  A Mariahilferstrasse é a maior rua de compras em Viena, e possui lojas mais acessíveis como H&M e Zara.

O que/Onde comer?

A gastronomia austríaca também faz parte das atrações da viagem. São muitos pratos e comidinhas gostosas que vão fazer qualquer um se apaixonar ainda mais por Viena. O schintzel é um dos pratos mais tradicionais da cidade (e da região), carne de carneiro ou porco empanada e frita – parece muito nosso bife à milanesa – geralmente acompanhado de batatas e limão. A käsenkrainer é uma das salsichas famosas da cidade, recheada com queijo e servida no pão preto com mostarda. Tafelpitz é uma carne cozida em uma sopa de legumes, que é servida primeiro, e, depois a carne vem fatiada e servida com molhos diferentes. E, para finalizar, o apfelstrudel, a sobremesa mais famosa da Áustria, a torta de maçã preparada com especiarias e uma massa deliciosa.

Há muitos restaurantes em Viena, então, com tantos lugares e tanta comida boa, se torna muito fácil comer na cidade. O Grand Ferdinand é um dos restaurantes em que se pode comer a gastronomia típica austríaca, assim como o SalonPlafond. Para provar a käsenkrainer, pare em qualquer uma das filiais do Bitzingers. O Sacher Hotel serve uma torta de chocolate que virou famosíssima na cidade. Mayeram Pfarrplatz fica perto das vinícolas, e é um restaurante mais procurado pelos moradores locais – então é uma ótima opção para provar pratos típicos. O Pizza Bizzi serve pizzas gostosas por um ótimo preço.

Hospedagem/Onde ficar?

Viena oferece uma grande gama de opções de hospedagem – de vários estilos e que agradam a todos os bolsos, desde de hostels a hotéis luxuosos. Os preços não são tão altos comparados as demais cidades europeias, mas, ficam mais altos durante a alta temporada, que é caracterizada pelos meses de verão na capital. A melhor região para se hospedar é a região central, mas, estando perto das estações de metrô, se está bem localizado, já que o transporte público da cidade pode levar a todo e qualquer canto.

Eu sempre acho que vale a pena dar uma olhada no site Airbnb, já que os preços são em conta e os apartamentos são confortáveis e muito bem localizados. Algumas opções de hospedagem são: Meininger Hotel Wien Downtown Sissi, Ibis Wien Mariahilf, Austria Trend Hotel Savoyen Vienna e Do Step Inn Central.

Quando ir?

O clima em Viena é como na Europa no geral. E a cidade fica bastante cheia durante o verão (nos meses de junho, julho e agosto principalmente) – e é bastante quente! Já no inverno (janeiro, fevereiro), a cidade é mais vazia, porém, faz bastante frio – leve roupas bem quentinhas!

 

Gustavo Fundador
"Utilize os filtros abaixo para encontrar sua viagem com mais facilidade. Os valores apresentados já incluem todas as taxas."
Gustavo Fundador
"Utilize os filtros abaixo para encontrar sua viagem com mais facilidade. Os valores apresentados já incluem todas as taxas."