Las Vegas é totalmente voltada para a experiência turística – afinal, são cerca de 40 milhões pessoas que passam pela cidade todos os anos. Cassinos, hotéis com ótima infraestrutura, luzes neon que iluminam as ruas e pontos turísticos que simulam diversas partes do mundo são algumas das coisas que a cidade do estado de Nevada pode te oferecer.

Vegas fica nos Estados Unidos, então, é necessário ter visto – é só clicar aqui para saber tudo que é preciso para tirar o visto americano. A língua oficial é o inglês, mas, por ser sempre cheia de turistas, é relativamente comum que as pessoas falem espanhol. A moeda é o dólar, U$1 dólar equivale a R$3,53 reais – mas, vale lembrar que a cotação muda o tempo todo, então, é importante ir acompanhando enquanto planeja a sua viagem. A melhor maneira de se locomover na cidade é de carro – e é claro que a pé! O aluguel de carros fica disponível em toda a cidade, dos mais variados modelos e preços – dá até para alugar uma Ferrari ou uma Porsche! Os pontos turísticos ficam basicamente em uma avenida, então dá para deixar o carro em um estacionamento e sair batendo perna.

Las Vegas fica cercada por um deserto, o Mojave, então, o sol é forte em qualquer época do ano, e é importante se manter hidratado, passe protetor solar, leve hidratante labial e tome bastante água!

Por último, mas não menos importante, não se esqueça: tudo que acontece em Vegas fica em Vegas!

vegas 1

A icônica placa da cidade

O que fazer?

A cidade nunca dorme, então, se prepare para dias intensos e de grandes emoções! Tudo pode começar por uma das ruas mais famosas do mundo, The Strip – a rua que concentra os maiores pontos turísticos de Las Vegas. É onde se pode caminhar por Paris, Veneza, Egito e Nova York em poucos passos – os hotéis temáticos valem muito um passeio!

O hotel Bellagio possui o show de fontes famoso, em que as águas se movimentam e iluminam ao som de músicas famosas como de Frank Sinatra, ou, ainda, do Hino dos EUA – o espetáculo é sempre diferente, então é sempre cheio de turistas encantados!

No hotel Paris, a grande atração é a Torre Eiffel, uma reprodução do mesmo tamanho da original. E, em seu topo, há um mirante que dá uma vista panorâmica da cidade – além de ter um restaurante onde é possível jantar! Para subir a torre, o valor varia de acordo com a hora: durante o dia custa a partir de U$8 dólares, e, durante a noite, a partir de U$18 dólares.

New York-New York é o hotel onde fica uma montanha russa que passa por Manhattan e pela Estátua da Liberdade. O ingresso para a montanha russa custa U$14 dólares por pessoa.

No hotel Venetian, dá para fazer um passeio de gôndola pelos canais de Veneza, com suas pontes e cantores italianos! Os passeios duram cerca de 15 minutos, e custam U$19 dólares por pessoa.

O hotel Mirage é o que possui um vulcão que entra em erupção a cada 30 minutos – se estiver por lá das 20 a 00 da noite, fique atento aos barulhos dos tambores africanos que antecedem o espetáculo!

No Mandala Bay, dá para conhecer o Shark Reef Aquarium, um aquário com mais de 2 mil espécies de animais aquáticos, entre eles muitos tubarões e enormes tartarugas marinhas – e que se pode passar por túneis subaquáticos e ainda tocar em alguns animais! A entrada custa U$18 dólares.

Já no hotel Stratosphere, suba a Stratosphere Tower, a mais de 300 metros de altura, onde ficam brinquedos radicais que mostram a cidade de outros ângulos. Mas, para quem quer um pouco mais de tranquilidade, há um bar e um restaurante no local. A entrada para a torre custa U$18 dólares, e cada brinquedo possui um valor diferente (tem a opção de comprar um passe para todos os brinquedos e a torre juntos).

Todos os hotéis possuem cassinos, as grandes atrações de Vegas – e porque a cidade é tão famosa. As mesas de jogos estão sempre cheias e a bebida é liberada – se não quiser apostar nada, ainda dá para sair e aproveitar a infraestrutura dos hotéis.

Pode-se passar de um lugar para outro da rua The Strip por meio de escadas rolantes e passarelas de vidro – dá para tirar fotos lindas de lá de cima. Aproveite para ver os personagens que andam no meio dos turistas, os músicos de ruas e a grande variedade de bares para dar uma pausa e observar tudo! E, a High Roller Observation Wheel dá uma das vistas 360º da cidade mais impressionantes – uma roda gigante de mais de 150 metros de altura e em que uma volta completa dura cerca de 30 minutos. A entrada custa U$25 dólares durante o dia U$35 dólares durante a noite.

vegas 2

A famosa rua The Strip, e a Torre Eiffel do Hotel Paris

Downtown é uma região que remete ao desenvolvimento de Las Vegas. A Freemont Street é o grande berço da cidade, onde surgiram os primeiros hotéis e cassinos, por volta de 1931 – não é tão glamourosa quanto The Strip, mas mostra a magia de Vegas em seu começo. Os personagens que rondam a rua são idosos viciados em jogos e jovens que parecem estar em uma despedida de solteiro, por exemplo. O cassino mais famoso é o Golden Nugget, vale a entrada para ver o contraste com os cassinos que vigoram pela cidade nos tempos atuais. Aqui também fica o maior telão de LED do mundo, são cerca de 4 quadras de ruas, que recebem espetáculos musicais a cada 1 hora, então, basta escolher seu lugar preferido e assistir!

Container Park não segue muito o agito da cidade, mas mantém todo seu glamour. É onde se pode entrar em cafés, restaurantes, boutiques e lojas exclusivas ao ar livre e sem tantos turistas ao seu lado – e tudo fica em containers, deixando o lugar ainda mais legal. Há shows e apresentações gratuitos todos os dias, é só dar uma passadinha para pausar da correria e ver o que está rolando!

A região de Downtown ainda é onde se pode ver museus legais! MOB Museum conta a história de como o crime organizado e a máfia chegaram a cidade – o museu é interativo e mostra fotos, vídeos, notícias de jornal e roupas e objetos usados durante as execuções, e, ainda, um pedaço da parede cheia de tiros do massacre de St. Valentine’s Day. A entrada custa U$20 dólares. O Neon Museum possui, em seu acervo, os antigos letreiros que iluminavam a cidade – é vintage, e é um local que atrai muitos turistas. O museu é ao ar livre, e, a hora mais legal para visitá-lo é durante a noite, quando os letreiros ficam iluminados novamente. Durante o dia o ingresso custa U$18 dólares, e, durante a noite cerca de U$25 dólares.

vegas 3

O famoso cassino Golden Nugget, em Downtown

Las Vegas é conhecida por sua vida noturna agitada. Você pode escolher entre qualquer um dos hotéis da cidade, ou entre os variados bares – sempre lotados! E, aqui, vale de novo a máxima que o que acontece em Vegas fica em VegasTodd English Club é um tradicional pub do estilo londrino, um ótimo lugar para tomar uma cerveja! O The Chandelier é um bar para tomar um drink em um ambiente mais requintado. Hogs & Heifers é um famoso bar da cidade, em que as mulheres circulam com pouca roupa e há motos espalhadas e sutiãs pendurados nas paredes. Hakkasan Las Vegas Nightclub é uma das baladas mais famosas do mundo, que conta com ambientes diferentes e DJ’s famosos.

vegas 4

As máquinas dos famosos cassinos de Las Vegas

E que tal conhecer o Grand Canyon? Uma das 7 maravilhas naturais do mundo fica pertinho de Las Vegas – no estado do Arizona, vizinho a Nevada. As formações rochosas e coloridas foram se moldando ao longo de 2 bilhões de anos, e são atrações muito procuradas por todos que visitam a cidade. Há diferentes opções de passeios e de agências para conhecer o cenário famoso.

South Rim é a região mais visitada do Grand Canyon e onde se pode fazer trilhas e longas caminhadas em meio as rochas, e onde se pode tirar fotos lindas. É preciso tomar cuidado porque não tem corrimão entre os caminhos, e, é possível chegar na pontinha de um dos cânions. Fica a cerca de 6 horas de Las Vegas, e o meio mais comum de chegar é o ônibus, mas também há a opção de ir de avião – e ver tudo do alto. Cada companhia oferece um preço diferente, mas a média é de U$80 dólares de ônibus e U$250 de avião.

West Rim também é famosa, mas não fica tão lotada quanto South Rim. Além de poder caminhar pelos cânios, há uma passarela de vidro que faz um arco sobre o Grand Canyon, fazendo com que se veja tudo de um ângulo diferente. Dá para sobrevoar o Rio Colorado de helicóptero ou chegar bem pertinho e passar de barco por suas águas. É perto da cidade, 1 hora de ônibus, mas, com mais atrações, é preciso desembolsar um pouco mais – os passeios só de ônibus custam a partir de U$50 dólares, e, os passeios que possuem tudo incluso, já ficam a partir de U$120 dólares.

North Rim não é uma região que receba muitos turistas, até porque nem fica aberta o ano todo. Mas, é onde se pode andar de quadriciclo pelos cânions, e dar uma volta de avião entre a paisagem. Os passeios para essa região custam a partir de U$200 dólares.

A agência de turismo mais famosa da região é a Grand Canyon National Park, mas, há uma variedade enorme de agências que oferecem os passeios na cidade – e todas são bem confiáveis, já que o turista lá é uma prioridade.

vegas 5

Grand Canyon

Onde/O que comer?

Vegas também é um paraíso culinário – são mais de 1000 restaurantes e 200 bufês com comida de alta qualidade e das mais variadas partes do mundo. Pode-se encontrar culinária francesa, italiana, árabe, mexicana, tailandesa… O Ferraro’s possui um cardápio italiano ótimo, e com um preço melhor ainda. O Sushisamba mistura culinária japonesa e brasileira, então, tem um cardápio diversificado e super gostoso, além do ambiente ser uma delícia – não é exatamente barato, mas vale o dinheiro! BLT Burguer é uma das hamburguerias mais famosas da cidade. O TAO serve culinária asiática. O Bouchon é um charmoso bistrô francês. E, não deixe de comer um cupcake na famosa Sprinkle Cupcakes.

Onde ficar/Hospedagem?

Se hospedar em Las Vegas não é uma tarefa difícil, há uma gama enorme de hotéis – só é preciso se decidir se vai ficar na rua Strip ou em seus arredores. A Strip é a região central, onde as coisas acontecem mesmo, perto dos cassinos, pontos turísticos e principais restaurantes. Os hotéis temáticos oferecem uma experiência incrível, e oferecem um bom custoXbenefício. Mas, há outras opções de hospedagem fora da região principal da cidade. É importante dizer que os preços das diárias mudam muito de sexta à domingo, podem chegar a duplicar – além, desses outros hotéis cobrarem o uso do wifi e raramente oferecerem café da manhã, então, vale a pena pensar em investir em um dos temáticos! O site Booking.com oferece várias opções de hospedagens, com preços e estilos variados.

Quando ir?

A cidade é ótima para visitar em qualquer época do ano – o turista é o mais importante e as atividades nunca param, mesmo! O período entre o Natal e o Ano-Novo é concorrido, mesmo que os termômetros possam chegar a temperaturas negativas. Em março, Vegas já começa a ficar mais cheia, já que as temperaturas começam a chegar na casa dos 20ºC. Em julho, a temperatura fica perto dos 40ºC, o sol fica forte e a cidade fervilhante de turistas – mas, nessa época, é ainda mais importante se manter hidratado. E, e, setembro, com as temperaturas mais amenas, porém ainda agradáveis, a cidade lota! É sempre bom ir a Las Vegas, vasta só decidir quando é melhor para você!

Gustavo Fundador
"Utilize os filtros abaixo para encontrar sua viagem com mais facilidade. Os valores apresentados já incluem todas as taxas."
Gustavo Fundador
"Utilize os filtros abaixo para encontrar sua viagem com mais facilidade. Os valores apresentados já incluem todas as taxas."