País diferente, exótico, com ótima gastronomia e muito história, esta é a Tunísia. Além de ser um lindo país, possui diversos tipos de ambientes e climas para você turistar. Mistura de deserto do Saara, Mar Mediterrâneo, arquitectura otomana e andaluz.

tunisia-2442370_1280

Dica Importante: Para receber as melhores ofertas de passagens aéreas, clique sobre os mensageiros aqui (Whatsapp e Messenger), siga as instruções e se cadastre. Ao final desse post, veja ofertas para este(s) destino(s).

tunisia-733606_1920

O bom de visita-lo, além da história e ambientes, a Tunísia é considerada um país muito barato para visitar de forma indepenadendente. Apesar dos atentados recente, ligados a primavera árabe, continua sendo um país seguro para estrangeiros. Por ser pequeno, uma semana já o suficiente para visitar vários locais e ambientes diferentes.

Clima e quando ir a Tunísia

Apesar de ser um país pequeno, possui diferentes climas, dependendo da região. O auge do verão, entre junho e agosto, é mais para quem quer curtir as praias e fazer mergulho. Primavera e outono, são as estações perfeitas para vista-lo. O inverno não é muito rigoroso, podendo ser outra opção de datas. As chuvas são praticamente nulas durante o ano todo, a Tunísia é bem seca.

dromedary-1367972_1280

Como se deslocar na Tunísia

Viajar pela Tunísia, é mais fácil e barato do que você pensa. Basta escolher onde quer ir, e ver qual a melhor forma de ir até lá.

Comboio

Existe uma linha do bom e velho comboio, que liga as principais cidades de praia, desde Tunes a Sidi Bou Said, para norte, e desde Tunes a Gabès, passando por Sousse, El Jem, e Sfax, para o sul. Você pode comprar os bilhetes na estação.

Autocarro

Existem vários autocarros dentro da Tunísia. As estações de autocarros, ficam próximas dos terminais, louages (outra boa opção).  Eles circulam principalmente no período da manhã, sendo dificil encontra-los depois das 16h-17h.

Exemplo:

Sfax – Gafsa: Sai de Sfax às 6h da manhã. Demora 3h30m. Custa 10.6 dinares.

Louages

Os louages, são pequenos carrinhos que levam de 7 a 9 lugares, que funcionam como um transporte público alternativo. O preço é semelhante as outras duas opções a cima, porém eles tem muito mais frequência e são mais rápidos.

Táxis

Rápidos e eficazes para curtas distâncias. Por também ser barato, é a melhor opção, caso esteja com pressa e não quiser perder tempo.

O que visitar na Tunísia

Tunes: A capital da Tunísia, é um prato cheio de edifícios históricos, mesquitas, madrassas, zauaias, hammans, kasbahs e souks reunidos dentro das portas da muralha. A Medina, é um labirinto de ruas estreitas, cheia de comércio e energia contagiante. Pontos legais para visitar: O Museu do Bardo (com a maior colecção de mosaicos romanos), a mesquita Ez-Zitouna (a mais antiga de Tunes), a Catedral de São Vicente de Paul (grande igreja católica no seio de um país muçulmano) e a Avenida Habib Bourguiba (principal avenida da cidade).

carthago-3035696_1280

Cartago: Complexo arqueológico, nos arredores de Tunes. Alguns dos principais monumentos cujas ruínas podemos observar são: as Termas de Antonino, o Anfiteatro, o Tofet, as Cisternas e villas romanas. Os artefactos encontrados em Cartago durante as escavações estão no Museu do Bardo.

carthago-3035700_1280

Sidi Bou Said: Fica no litoral, a 20km da costa mediterrânea. Uma vila muito artística, com forte ligação aos valores da arte. De facto é um lugar muito especial, a vila fica num ponto elevado com as casas dispostas na encosta à beira-mar. O cenário é então encantador: com as casas em estilo árabe e andaluz impecavelmente brancas, com portas e janelas azuis a contrastar, dispostas pelas ruas estreitas algumas entre-cortadas por escadarias.

tunisia-2543594_1280

Tozeur: É a porta de entrada, ou saída, para o deserto do Saara. É a maior cidade oásis da Tunísia com um enorme palmeiral que aproveita as terras mais férteis no meio de uma paisagem árida. A medina fica dentro das muralhas da cidade, construídas no típico tijolo de Tozeur. O fabrico de tijolos é feito de forma artesanal utilizando uma técnica ancestral. Os tijolos são utilizados na construção das casas e as fachadas são decoradas com bonitos efeitos. Ocre é a cor predominante da cidade e da região envolvente, com a excepção do palmeiral. Explore o interior da medina, as suas ruas labirínticas e os seus mercados movimentados. Tozeur é um importante ponto de partida para passeios no deserto.

tunisia-1969381_1280

Chebika: É uma aldeia oásis entre a montanha Djebel el Negueb e o deserto do Saara, perto da fronteira com a Argélia. Em Chebika podemos ver a aldeia actual perto do palmeiral e um pouco mais distante ficam as ruínas da antiga povoação, que os habitantes abandonaram após as grandes cheias de 1969. No meio desta paisagem árida encontramos verdadeiros paraísos de cascatas, que formam piscinas entre os desfiladeiros. Estas paisagens surreais foram cenário de filmes bem conhecidos como o 4º filme da Guerra das Estrelas “Uma Nova Esperança” e o Paciente Inglês.

desert-1904098_1280

Monastir: Fica a 25 km sudeste de Sousse e é igualmente um local muito turístico. Monastir encanta os turistas pelas suas praias de areia branca e mar azul-turquesa. Os edifícios são maioritariamente brancos, muitas vezes com apontamentos azuis, como que se combinassem com os tons da praia. Poderemos desfrutar das belíssimas praias com a imponente fortaleza (Ribat de Monastir) sempre como cenário de fundo. A Mesquita de Bourguiba, onde fica o mausoléu de Habib Bourguiba (o primeiro presidente da Tunísia), é um monumento a não perder.

Gustavo Fundador
"Utilize os filtros abaixo para encontrar sua viagem com mais facilidade. Os valores apresentados já incluem todas as taxas."
Gustavo Fundador
"Utilize os filtros abaixo para encontrar sua viagem com mais facilidade. Os valores apresentados já incluem todas as taxas."