A Rússia saltou aos olhos do mundo com a Copa do Mundo de 2018. E, São Petersburgo é uma de suas cidades mais charmosas e cheias de história. Pedro, o Grande, czar que ordenou a construção da cidade, se empenhou para que esta fosse a primeira cidade moderna russa, objetivo alcançado com muito sucesso. Pontes, canais, castelos, catedrais… É impossível não se apaixonar (e querer voltar várias vezes) para São Pete, carinhosamente chamada pelos seus velhos conhecidos.

A língua falada é o russo, e, sim, a comunicação pode ser uma barreira encontrada durante a viagem. Mas, com o grande evento, será um pouco mais fácil se comunicar em inglês, de qualquer maneira, esteja sempre com o Google Tradutor em mãos e aposte em saber algumas palavras básicas para ser educado e conseguir fazer tudo com mais facilidade. A moeda é o rublo (RUB), e é importante ir acompanhando a cotação enquanto planeja a sua viagem. Para se locomover em São Peterburgo, o metrô atende muito bem aos turistas – para conferir o mapa do metrô e se localizar melhor, é só clicar aqui. E, é claro que não se pode de percorrer as ruas da cidade a pé, é tudo muito bonito e dá para acabar conhecendo cantinhos encantadores.

pete 2

O que fazer?

Só uma pequena voltinha pela cidade já vai fazer com que se tenha uma noção da grandiosidade de suas construções e monumentos – e de todas as coisas que São Petersburgo tem a se conhecer! A Igreja do Salvador do Sangue Derramado (Храм Спаса-на-Крови) é um dos grandes símbolos da cidade, a catedral de cúpulas coloridas. O nome da igreja se dá ao fato de que um czar foi morto em um atentado terrorista no local. A construção é impressionante por fora e por dentro, onde dá para conhecer a maior coleção de mosaicos russos e todos os mínimos detalhes com que a igreja foi pensada. A entrada custa RUB250 rublos e pode ser comprada no site. Para chegar ao ponto turístico, pegue o metrô nas linhas azul ou verde e desça na estação Nevsky Prospekt.

A  Nevsky Prospekt é a principal via da cidade! Cheia de lojas, cafés, bares, restaurantes… É uma rua que com certeza vai se voltar mais de uma vez e que vale muito a pena uma caminhada sem pressa. Para quem quiser comprar produtos típicos russos ou souvenirs, não deixe de passar em alguma das lojinhas! Não se pode deixar de visitar o Museu Russo (Русский музей), que reúne um acervo de mais de 400 exibições, que ficam espalhadas pela cidade. São vários palácios que contam com as exibições, e todos valem a pena a visita! A entrada combinada para todos os palácios custa RUB450 rublos. Para chegar, basta pegar a linha 2 do metrô e descer na estação Nevsky Prospekt.

peter 3

Praça do Palácio (Дворцовая площадь) é onde fica o Palácio de Inverno, que abriga um museu e que é considerado o coração da cidade. A praça é linda, e guarda a enorme Coluna de Alexandre, com mais de 40 metros de altura, além de um Arco do Triunfo. Deixe-se admirar pelas construções da praça por um tempo! Para chegar aqui, também basta pegar as linhas 2 ou 3 do metrô e descer na estação Nevsky Prospekt. O museu que fica dentro do Palácio é o Hermitage (Государственный Эрмитаж), considerado um dos melhores museus do mundo. O museu abriga mais de 300 salas, então, é enorme – mas, vale a pena visitar tudo, é imperdível! Não pode deixar de ver as obras de artistas como Rastrelli, da Vinci, Remembrandt e Caravaggio. A entrada para o museu custa RUB400 rublos e pode ser comprado no site.

A Catedral Kazan (Казанский собор) é uma das construções ortodoxas mais importantes da cidade, construída para abrigar o ícone da Virgem de Kazan. Sua cúpula tem mais de 80 metros de altura e são quase 100 colunas! A fachada da igreja é impressionante, e seu interior é lindo -não são permitidas fotos lá dentro – e não deixe de passar no jardim! A entrada na catedral é gratuita e é importante respeitar a regra do silêncio. Para chegar também basta pegar as linhas 2 ou 3 do metrô e descer na estação Nevsky Prospekt.

peter 4

O Rio Neva é uma paisagem constante para os que visitam São Petersburgo, que dá um charme tão grande a cidade que é até chamada de “Veneza do Norte”. São mais de 300 pontes ao longo de toda sua extensão, e dá para ver algumas delas em um passeio de barco por suas águas – que é oferecido por várias empresas, mas, uma das que faz tours em outras línguas (além do russo) é a Netptun Shipping Company. Ás margens do charmoso rio, é possível ainda ver vários pontos turísticos. Como Cruzador Aurora (Аврора), o navio que é símbolo da Revolução Russa de 1917. O navio participou de eventos importantes como as batalhas da Segunda Guerra Mundial e a Guerra Russo-Japonesa. É aberto para a visitação do público, os ingressos são comprados no local e custam cerca de RUB300 rublos. Para chegar, basta pegar a linha 2 do metrô e descer na estação Gorkovskaya.

Aqui também fica um ponto turístico quase obrigatório para quem visita a cidade. A Fortaleza de Pedro e Paulo (Петропавловская крепость) foi construída contra uma possível invasão, em meados de 1700. Dentro dos altos muros, tem muitas coisas interessantes a se conhecer, como um museu, uma catedral e um prisão! A Catedral de Pedro e Paulo é toda de estilo barroco, e tem uma enorme torre, que dá uma vista linda do local – aproveite para subir e tirar várias fotos! A prisão era onde ficavam os presos políticos e foi onde Pedro, o Grande mandou torturar o próprio filho até a morte, além de ser onde ficaram personalidades como Lenin e Trotsky. A entrada para o complexo custa a partir de RUB400 rublos. Para chegar, basta pegar a linha 2 do metrô e descer na estação Gorkovskaya.

peter 5

A Catedral de São Isaac (Исаакиевский собор) é uma das maiores do mundo, e com uma cúpula de ouro que pode ser vista de vários pontos da cidade. O exterior é lindo, e o interior guarda coleções de mosaico, de ouro, de mármore e pinturas de teto lindas. A visita é imperdível, a entrada custa RUB250 rublos e pode ser comprada aqui. Para chegar, basta pegar a linha 5 do metrô e descer na estação Admiralteyskaya.

A Cabana de Pedro, o Grande (Домик Петра I) é uma das construções que fazem com que se volte no tempo, já que local abrigou o czar enquanto a cidade era toda construída, é toda de madeira e a construção mais antiga que se tem lá! A estrutura é bem simples e e dá para ver os objetos que eram de enorme importância para Pedro. Não deixe de admirar o jardim que fica em volta, é uma graça! A entrada é comprada no local e custa por volta de RUB300 rublos. Para chegar, é preciso pegar a linha 2 do metrô e descer na estação Gorkovskaya.

Não deixe de conhecer o Museu Literário Alexander Pushkin, um dos mais importantes poetas russos. O museu fica no apartamento que Pushkin morou nos últimos meses de sua vida, e é possível ver a mobília exatamente como era durante seu tempo, além de uma série de objetos importantes para sua vida e obra. A entrada custa RUB300 rublos e é comprada no local. Para chegar, basta pegar a linha 2 do metrô e descer na estação Nevsky Prospekt.

E, é claro, é preciso conhecer um grande e famoso teatro russo: o Teatro Mariinsky (Мариинский театр) é onde acontecem importantes apresentações de ballet – dá até para assistir um espetáculo, mas, a arquitetura do teatro já encanta por si só! A entrada é gratuita, mas, caso queira saber sobre a programação na sua estadia na cidade, não deixe de entrar no site! Para chegar é preciso pegar a linha 2 do metrô e descer na estação Sennaya Ploshchad.

peter 6

O que/Onde comer?

A culinária russa não é lá muito conhecida – apenas o nosso amado strogonoff, que de russo tem só o nome e a carne em comum! Mas, há muitos pratos gostosos a serem provados na Rússia, então, além de se maravilhar com São Petersburgo, prepare-se para se encantar com a gastronomia também!  Pelmeni – uma espécie de ravióli recheado com carne, com um molho delicioso de creme de leite. Blinis, panquecas bem finas feitas de trigo, geralmente recheadas com ovas de salmão, sour cream e caviar (outra iguaria local famosa). E, é claro que tem que tomar vodka, né? O Sadko é um ótimo restaurante com iguarias russas. O Café Singer também! O Tsar é um restaurante bem turístico, mas que vale a pena a visita! Para quem quiser algo mais familiar, o Jamie’s Italian nunca deixa de ser uma opção! O Palikin’ tem pratos russos e contemporâneos. Percorso é de culinária mediterrânea. O Dachniki é outra ótima opção para culinária tradicional russa.

Hospedagem/Onde ficar?

São Petersburgo recebe muitos turistas, então tem uma vasta rede hoteleira, que pode agradar a todos os gostos, mas nem todos os bolsos – a hospedagem não costuma ser muito barata na cidade, ainda mais agora! Vale a pena pesquisar bastante antes de escolher o hotel e, é claro, pensar em alta temporada (verão), para evitar os preços absurdos.

A melhor região para ficar na cidade é no centro histórico, perto a avenida Nevsky Prospekt e dos principais pontos de interesse turístico! Então, algumas opções de acomodações nessa região são: Kempinski Hotel Moika 22, Obuhhof Hotel, Galakt Hotel

Quando ir?

O clima é um fator importante para o planejamento de qualquer viagem, ainda mais se for pra a Rússia! O verão tem dias mais quentes e ensolarados e é quando acontecem as Noites Brancas, ou seja, quando o dia dura mais de 24 horas, não anoitece! Mas, este também é o período de alta temporada, quando os preços ficam maiores que o normal! De setembro a maio os preços caem um pouco, mas, é bom se preparar para temperaturas negativas!

Gustavo Fundador
"Utilize os filtros abaixo para encontrar sua viagem com mais facilidade. Os valores apresentados já incluem todas as taxas."
Gustavo Fundador
"Utilize os filtros abaixo para encontrar sua viagem com mais facilidade. Os valores apresentados já incluem todas as taxas."