Manaus é uma cidade em que a natureza se mistura com o concreto. Famosa pela biodiversidade da Floresta Amazônica, é um dos destinos brasileiros que tem que entrar em todas as listas de desejos de viajantes. Depois de ver o encontro das águas do Rio Negro com o Rio Solimões e todas as construções que simbolizaram um período importante da história do país, o ciclo da borracha.

shutterstock_765224224

Manaus

O que fazer?

Manaus é um destino cheio de coisas para fazer e conhecer, mas, se quiser se aprofundar mais na experiência da Floresta Amazônica é melhor dividir o roteiro em capital e floresta.

  • Igreja de São Sebastião – A construção da igreja é datada nos anos 1800, e mistura vários estilos arquitetônicos. É um lugar icônico da cidade, que vale muito a pena a visita. A entrada é gratuita.
  • Palácio Rio Negro – O palácio era antigamente utilizado como sede do governo. Hoje abriga uma série de exposições permanentes e temporárias que mostram os antigos tempos da cidade. O prédio é muito bem conservado e pode ser visitado gratuitamente.
  • Palacete Provincial – Já foi utilizado como quartel da polícia militar, mas, hoje, abriga uma série de espaços diferentes e interessantes, como: Pinacoteca do Estado, Museu da Imagem e do Som, Museu Tiradentes, Museu da Arqueologia e  Museu de Numismática. A entrada em todos esses espaços é gratuita, então, não perca a chance de saber mais sobre uma região tão importante do país!

 

manaus 1

Palacete Provincial

  • Centro Cultural dos Povos da Amazônia – É possível conhecer mais a fundo as características dos povos indígenas que habitam a Amazônia. A entrada é gratuita e é possível fazer tours guiados para conhecer ainda mais sobre suas construções e tradições.
  • Museu da Amazônia – Fica ao norte da cidade, e tem uma área de cerca de 100 hectares, onde se pode ter uma experiência de verdade na floresta, com oportunidade de entender melhor da sua flora e fauna. Além disso, existem exposições e temas educativos que mudam ao longo do ano, e uma torre de observação de mais de 40 metros que dá uma vista incrível da floresta. A entrada custa a partir de R$20 reais, mas há uma série de atividades especiais para fazer, então, para mais informações, é só entrar no site.
  • Teatro Amazonas – É um dos maiores cartões postais de Manaus! Construído em 1896, sua construção e toda sua decoração são muito especiais e cheias de detalhes, então, vale a pena pegar um guia para entender melhor tudo isso.
manaus 2

Teatro Amazonas

  • Encontro das Águas – É um dos fenômenos naturais mais encantadores do Brasil. O encontro do Rio Negro com o Rio Solimões, em que as águas escuras não se misturam!
  • Praia da Ponta Negra – A praia é a mais famosa da cidade, e mais procurada nos meses quentes. A praia só se forma quando o rio está baixo, mas, o calçadão e a ponte formam um belo cenário que deve ser visitado o ano todo.
  • Arquipélago de Anavilhas – O parque de Anavilhas fica dentro do município de Manaus. É o maior arquipélago de água doce, e só pode ser acessado de barco. Há várias empresas que oferecem o passeio para conhecer todas as belezas da região. Se quiser saber mais sobre outros passeios que envolvam a região amazônica, é só entrar nesse site!
manaus 4

Encontro das Águas

O que/Onde comer?

A culinária de Manaus é mais uma das atrações da viagem. É variada e diferente do que a maioria das pessoas está acostumada – e bem mais natural e com ingredientes da nossa terra! Espere ver muita mandioca, banana frita, cuscus com manteiga, tapioca, pamonha… O tacacá é uma espécie de sopa de tucupi com camarões. Os peixes são diversos e merecem ser todos provados, tucunaré, pirarucu, tambaqui…

O restaurante Banzeiro é um dos melhores de culinária regional da cidade, o cardápio é bem variado e o preço é ótimo! O Tambaqui de Banda é uma outra ótima opção, já que tem ótimos pratos e aperitivos para curtir a tarde ou a noite. O Caxiri é rústico e conta com ótimas opções de pratos regionais para comer durante a viagem. O Tacacá da Gisela é o melhor lugar para comer um típico tacaca! Não deixe de provar sorvetes das frutas típicas da região na Sorveteria Barbarella.

Hospedagem/Onde ficar?

A rede hoteleira de Manaus se concentra em quatro bairros: Centro, Adrianópolis, Ponta Negra e o Distrito Industrial, cada um com as suas peculiaridades. O centro fica perto dos principais pontos turísticos, mas peca um pouco em segurança e comércios em geral (os restaurantes e lojinhas lá não são tão legais). Adrianópolis não fica longe dos principais pontos turísticos e é mais moderninho, cheio de hotéis, restaurantes e lojas legais. Os outros dois bairros são um pouco mais afastados das principais regiões de interesse turístico, então não são tão recomendados assim.

Algumas opções de hospedagem são: Millenium Hotel Manaus, Da Vinci Hotel e Hotel Saint Paul.

Quando ir?

O clima em Manaus se divide em duas grandes épocas: a seca e a chuvosa, que proporcionam experiências diferentes na cidade. AH, é preciso lembrar que lá é quase sempre calor, viu? Então não precisa se preocupar muito com a temperatura! A estação seca é a do período de junho a novembro, e, a chuvosa, de dezembro a abril.

Gustavo Fundador
"Utilize os filtros abaixo para encontrar sua viagem com mais facilidade. Os valores apresentados já incluem todas as taxas."
Gustavo Fundador
"Utilize os filtros abaixo para encontrar sua viagem com mais facilidade. Os valores apresentados já incluem todas as taxas."