Bangkok pode ser talvez a cidade da perdição, mas é também recheada de grandes e belíssimos templos religiosos, a maioria com grande importância para a cidade e também para o budismo. Venha comigo nesse roteiro de um dia todo visitando alguns na capital da Tailândia, digo alguns mesmo, pois a cidade tem cerca de 400 deles.

Dica Importante: Para receber as melhores ofertas de passagens aéreas, clique sobre os mensageiros aqui (Whatsapp e Messenger), siga as instruções e se cadastre. Ao final desse texto, encontre as ofertas para esse destino.

Ah, fica aqui umas dicas para vestuário: use roupas confortáveis, lembrando que você tem que cobrir os ombros e as pernas seja homem ou mulher, com exceção de alguns. Há templos que oferecem roupas para se adequar às regras, e talvez tenha que pagar um pequeno depósito, mas na devolução das vestimentas, o dinheiro é retornado. Você terá que tirar os sapatos para entrar nos templos, caso quiser você pode usar aquelas sapatilhas feitas de material descartável, muito usado por médicos.

Outra dica é sobre as imagens dos Budas distribuidos por todos os templos, desde os gordinhos aos magrinhos, dos de pé aos deitados, muitos tem essa dúvida do porque de cada um e tal: Eles representam alguma passagem da vida de Siddhartha Gautama, o Buda. Além, é claro, que cada país e cada templo tem sua variação do budismo e com isso também diferentes versões da image do deus.

Grand Palace

O mais lotado, o mais importante – e o mais triste – o mais caro. Antes usado como residência do antigo Rei da Tailândia, o Grand Palace é um grande conjunto de templos na verdade. Dentro do templo Wat Phra Kaeo fica o famoso Buda de Esmeralda, o mais sagrado de toda Tailândia e, por questão de segurança, é o único lugar lá dentro que não pode ser fotografado.

O ideal é chegar bem de manhãzinha, pois como há muito procura para visitação, filas enormes se formam. A entrada custa $400 BATH (cerca de R$40 reais), mas se tiver sorte de pegar algum feriado local, a entrada poderá ser gratuita. Se quiser, tem opção de contratação de um guia que falará mais sobre a história do Grand Palace, custa $150 BATH (cerca de R$15 reais). Prepare-se para o calor, multidão e muita beleza num lugar só.

Explore mais:

Sudeste Asiático: Veja aqui dois roteiros para explorar o outro lado do mundo

Por que e como fazer um ano sabático: A estrada é longa, mas os aprendizados são eternos

Conheça o arquipélago de Phi Phi Island e se encante por suas paisagens

Um dos templos dentro do Grand Palace

Um dos templos dentro do Grand Palace

Wat Arun

O chamado Templo do Amanhecer – devido ao antigo Rei Taskin ver um nascer do sol por lá e ficou vislumbrado- fica próximo do templo Wat Pho e às margens do Rio Chao Phraya. Lá você irá encontrar um dos pontos turísticos principais de toda Bangkok, a torre de mais de 80 metros, chamado de Chedi, com vista panorâmica de parte da cidade. Em sua volta há outras torres (chedis) com 60 metros, o que não deixa a desejar. Recém construídos, os piers e alguns pátios também merece uma passadinha.

A entrada custa $100 BATH (cerca de R$10 reais). Você poderá subir na torre para tirar belíssimas fotos da vista, além de aproveitar uma pequena feira na entrada com uma variedade de decorações, comidas tailandesas e algumas lembrancinha do local.

Vista para a Chedi de 80 metros em Wat Arun

Vista para a Chedi de 80 metros em Wat Arun

Wat Pho

Ao lado de Grand Palace e do outro lado do Rio Chao Phraya, onde você chega pegando uma balsa pagando $4 BATH (cerca de $0,40 reais), fica o mais antigo templo de toda a Tailândia, Wat Pho, com o tal do Buda Deitado. Sendo mais tranquilo, em quantidade de pessoas, do que a primeira opção dada aqui, dá para aproveitar durante muito tempo, ainda mais nos seus longos pátios e pequenos templos dentro. Lá dentro há espaços para descanso e uma faculdade de massagem tailandesa.

O local mais procurado de Wat Pho é Wat Phra Chetuphon onde fica o Buda Reclinado, com seus mais de 40 metros de comprimento e 15 de altura, totalmente coberto de folhagem de ouro. Lembrando que é bem difícil tirar uma foto dele. A entrada custa $100 BATH e inclui uma garrafa de água.

Parte do Buda Deitado dentro de Wat Pho

Parte do Buda Deitado dentro de Wat Pho

Wat Saket

Conhecido também como Golden Mountain ou Phu Khao Thong é a pedida certa para o fim do dia para ver o pôr-do-sol no topo de sua escadaria, e haja disposição para subir as suas mais de 300 degraus rodeados de pequenas vegetações. É espetacular. A entrada é gratuita, mas se caso quiser, você pode deixar alguma doação para o local.

O Golden Mountain ou o Wat Saket ou o Phu Khao Thong

O Golden Mountain ou o Wat Saket ou o Phu Khao Thong

Dá para conhecer esses quatros templos dentro de um mesmo dia, é só ter paciência, vontade para aguentar andar muito e se preparar para o grande calor que durante todo o tempo em Bangkok. Não tem como visitar a capital da Tailândia sem conhecer alguns desses lugares, pois como disse lá no início, são cerca de 400 deles espalhados por toda a cidade, é irresistível e memorável, até para os menos religiosos. Abaixo um mapa para melhor se localizar e encontrar os templos por Bangkok.

Gustavo Fundador
"Utilize os filtros abaixo para encontrar sua viagem com mais facilidade. Os valores apresentados já incluem todas as taxas."
Gustavo Fundador
"Utilize os filtros abaixo para encontrar sua viagem com mais facilidade. Os valores apresentados já incluem todas as taxas."